SOLUÇÕES DE TESTE DE LABORATÓRIO

Devido à importância das aplicações a correr nas redes de hoje, é essencial testar novas implementações e instalações (de dispositivos ou infraestruturas) em ambientes de pré-produção, para garantir que o funcionamento da rede não vai ser comprometido após avançar para a etapa de produção.

Torna-se essencial ter soluções que testem e validem a escalabilidade da rede e o desempenho de dispositivos e serviços, recorrendo a testes de alta capacidade que simulem o tráfego da rede e subscrições massivas às aplicações e que, em última instância, levem os componentes da rede até ao seu limite operacional.

tech-point

OBJETIVOS

TESTES FUNCIONAIS

Para verificar/certificar o bom funcionamento de cada função suportada pelo SUT (system under test) ou DUT (device under test).

TESTES DE CARGA

Para verificar a capacidade máxima suportada pelo SUT ou DUT em cada uma das suas funções, recorrendo a ambientes de teste que simulam condições exigentes.

ACEITAÇÃO PELO UTILIZADOR

Para verificar se um serviço é capaz de suportar o fim definido para o mesmo. Cada serviço é testado a partir do ponto de vista do utilizador, simulando todas as interações possíveis.

TESTES DE REGRESSÃO

Para definir, por comparação com uma referência, se alterações nas configurações, topologias, dispositivos ou algo equivalente, afetam o serviço de alguma forma.

ÁREAS DE APLICAÇÃO

DESEMPENHO DE APLICAÇÕES

Avaliação de serviços convergentes multiplay e plataformas de distribuição de aplicações através da emulação de clientes e vídeo, servidores de voz e de dados e os seus protocolos associados. Suporta modelação de clientes avançada, que permite criar cenários realísticos para medir a qualidade da experiência (QoE).

BANDA LARGA (XDSL, FTTH)

Avalia redes de acesso e os seus componentes, assim como a qualidade da experiência (QoE), emulando protocolos e dispositivos em ambientes de acesso de banda larga xDSL e FTTH.

CARRIER ETHERNET

Avalia implementações de carrier ethernet, respondendo a questões relacionadas com o desempenho, operação, administração e gestão (OAM).

DATACENTER / CLOUD

Simula sistemas, tecnologias e protocolos relacionados com data centers, como virtualização, armazenamento, switching fabric, entre outras, assim como clientes de aplicações, para testar desempenho e conformidade.

ETHERNET DE ALTA VELOCIDADE

Validação e certificação de conformidade de dispositivos de alta velocidade (40 GbE e 100 GbE) ao gerar tráfego à velocidade da linha para verificações de packet forwarding e análise do ambiente físico.

Network Function Virtualization (NFV)

Graças aos ambientes de teste virtualizados, capazes de gerar tráfego e emular protocolos L2/L7, é avaliado o desempenho de aplicações e dispositivos dedicados, verificado o planeamento e gestão de funcionalidades distribuídas geograficamente e com isso descobrir quaisquer novas vulnerabilidades.

Routing / Switching

Geração tráfego, routing e emulação dos protocolos de switching, para uma análise funcional de escalabilidade e do desempenho de routers e switches de alta capacidade com portas de alta velocidade.

Software Defined Network (SDN)

Uso de ferramentas de teste projetadas para ambientes virtuais que permitem gerar tráfego e emular protocolos como OpenFlow e VXLAN para verificar capacidade, escalabilidade e convergência de infraestruturas de rede SDN.

SEGURANÇA

Simulação do tráfego de utilizadores reais, agindo como cliente e servidor à velocidade da linha, enviando tráfego bom em simultâneo com tráfego malicioso (ataques DDoS e vulnerabilidades para medir o desempenho e nível de proteção dos sistemas de segurança).

Wireless (Mobile/Wifi)

Soluções de teste realistas de elevada escalabilidade, necessárias para validar os elementos críticos da tecnologia sem fios e otimizar a experiência do utilizador em ambientes móveis, condições de congestionamento, situações de interferência e até de falhas, ao recriar cenários complexos (LTE, 3G e WiFi) em laboratório.

INSERTION OF DISRUPTIONS

Permite aos utilizadores dos sistemas de teste que geram tráfego e emulam de protocolos simular as condições da rede WAN (packet loss, jitter, latency, etc.) para criar ambientes com condições realistas que podem ser reproduzidos de modo controlado e estável.

MOBILE CORE NETWORK

Soluções de teste para validar ambientes IMS LTE que permitem testar as funcionalidades e capacidade de sistemas e equipamentos, simulando componentes da rede, tais como MGW, softswitches, PBXs IP/ISDN, HLR/HSS, sinalização/acesso GW, HSS, x-CSCF, AAA e elementos SIGTRAN, etc.

BENEFÍCIOS

Time-to-market mais rápido.

Otimização do desempenho.

Implementações mais rápidas sem comprometer a qualidade.

Redução do número de incidentes na rede.

Caracterização de dispositivos e controlo de escalabilidade, que permitem um melhor planeamento para o crescimento.

Verificação das normas de conformidade.

Redução do tempo de resolução dos incidentes.

Avaliação / comparação em condições realistas e de carga, para os fabricantes no processo de aquisição de equipamentos.

FABRICANTES

Ficheiros para descarregar